quarta-feira, 11 de março de 2009

A importancia da Comunidade Virtual AVA

As comunidades virtuais de aprendizagem têm seu funcionamento ligado,num primeiro momento, às redes de conexões proporcionadas pelas tecnologias de informação e comunicação; num segundo momento, pela possibilidade de, neste espaço, pessoas com objetivos comuns, se encontrarem e estabelecerem relações. Através da ação a distância é possível o desenvolvimento de novas socialidades e subjetividades, tornando-se um espaço que materializa a comunicação, a cultura e a educação.

http://www.pucsp.br/tead/n1a/artigos%20pdf/artigo1.pdf

Para Palloff e Pratt (1999), as especificidades das comunidades virtuais de
aprendizagem seguem os seguintes pressupostos:
-Destinar-se a interesses comuns a todos os sujeitos participantes da comunidade;
-Ênfase no trabalho em equipe;
-A comunidade deve centrar sua dinâmica nos objetivos a serem alcançados
-Todos os sujeitos têm o mesmo direito de participação.
-As normas, valores e comportamentos são definidos na própria comunidade;
-O educador assume o papel de orientador e animador da comunidade;
-A aprendizagem é cooperativa/colaborativa;
-O sujeito assume o papel ativo na construção do seu conhecimento de acordo com tema da
comunidade;
-Interação permanente.


Os Ambientes Virtuais de Aprendizagem
Para facilitar a criação destas comunidades, de aprendizagem ou não, surgem na Internet diversos softwares de agregação de pessoas. Dentre os muitos, alguns são voltados ao entretenimento, outros à distribuição de notícias até que chegamos naqueles focados no sistema de ensino e aprendizagem pela Internet. Estes softwares trazem consigo discussões pedagógicas para o desenvolvimento de metodologias educacionais utilizando canais de interação web. Assim, softwares como TelEduc, Moodle, Solar, Sócrates, dentre outros, ganham espaço no cotidiano aos educadores virtuais pelo fato de possibilitarem fácil manuseio e controle de aulas, discussões, apresentações, enfim, atividades educacionais de forma virtual.
"Ambientes digitais de aprendizagem são sistemas computacionais disponíveis na internet, destinados ao suporte de atividades mediadas pelas tecnologias de informação e comunicação. Permitem integrar múltiplas mídias, linguagens e recursos, apresentar informações de maneira organizada, desenvolver interações entre pessoas e objetos de conhecimento, elaborar e socializar produções tendo em vista atingir determinados objetivos." (Educação a distância na internet - Maria Elizabeth Bianconcini de Almeida)
Com os chamados Ambientes Digitais de Aprendizagem (Educação a distância na internet - Maria Elizabeth Bianconcini de Almeida) a EaD ganhou a possibilidade de organizar de maneira mais controlada cursos, mescla de aulas presenciais e a distância, possibilidade de aulas apenas virtuais, integração com novas possibilidades de interação pela Internet, além da aproximação entre professores e alunos dentro do processo educativo. O número de ferramentas disponíveis para utilização também cresce a cada dia. São e-mails, fóruns, conferências, bate-papos, arquivos de textos, wikis, blogs, dentre outros. Ressalta-se que, em todos estes ambientes, textos, imagens e vídeos podem circular de maneira a integrar mídias e potencializar o poder de educação através da comunicação. Além disso, a possibilidade de hiperlinks traz o aumento do raio de conhecimento possível de ser desenvolvido pelos alunos. Estes hiperlinks podem ser realizados tanto dentro do próprio ambiente digital de aprendizagem (entre textos indicados ou entre discussões em fóruns diferentes, por exemplo), como também de dentro para fora e de fora para dentro (em casos de pesquisas alargadas de discussões internas, nos quais se pode trazer ou levar conteúdo desenvolvido para a discussão). Assim, pode-se diferenciar inclusive as nomenclaturas que são dadas à educação promovido a distância.
“A INTERNET E A ESCOLA A Internet não é uma escola e nem poderá substituí-la enquanto instituição de aprendizagem, mas pode ser um valoroso complemento e auxiliar de todo o processo do ensino/aprendizagem. Pesquisadores da National Science Foundation, através de um estudo patrocinado pela Michigan State University (MSU), descobriram que a Internet pode ser uma boa ferramenta de ensino para crianças. O estudo aponta que, diferentemente do que se pensa, a Web não provoca nenhum efeito negativo na participação social de seus usuários ou no lado psicológico das crianças. A pesquisa conclui que as crianças que usam a Internet conseguem melhorar as notas escolares. fonte: www.gic.com.br. A Internet e a sua influência têm encurtado as distâncias entre os professores e os alunos, contribuindo para o surgimento gradual de um novo modelo de escola. A sala de aula terá um novo significado e ganhará uma nova dimensão. A difusão propagada pela Internet faz com que esta se assuma como uma enorme base de dados complementar, onde todos os alunos poderão retirar informação útil para execução dos mais variados trabalhos escolares e dar uma forte contribuição para consolidação dos conhecimentos.”
http://pt.wikipedia.org/wiki/Ambiente_virtual_de_aprendizagem

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário